artistas

os professores

jose-ramon-mendez_bw

José Ramón Méndez


Professor de piano na Penn State University (EUA), Artista Yamaha, é um dos melhores pianistas da sua geração a nível mundial. Prestigiado pedagogo, dirige o Festival Internacional de Piano de Gijón (Espanha) e o Stony Brook Piano Festival em Nova York (EUA). Doutorado pela Manhattan School of Music, estudou com Byron Janis e colaborou em musica de câmara com Karl Leister, Itzhak Perlman e Pinchas Zukerman. Tem integrado júris de concursos internacionais e dado masterclasses em locais como a Juilliard School, o Oberlin Conservatory e a Northwestern University-Chicago www.joseramonmendez.com
jeansaulnier_s

Jean Saulnier


Cem uma carreira activa tanto como pianista, músico de câmara ou professor, foi também solista com orquestras de renome. Actuou também em todos os principais festivais de música do Canadá e na rádio CBC. E' frequentemente convidado para leccionar masterclasses no Orford Arts Centre, nas mais diversas universidades e conservatórios e a formar parte do júri de concursos internacionais. Um professor de reputação mundial, lecciona na Universidade de Montreal e os seus alunos são frequentemente laureados em alguns dos principais concursos internacionais.
nuno-marques-bw

Nuno Marques


Pianista português com atuações em recitais a solo e de música de câmara na Europa, Ásia e América, com destaque para o Carnegie Hall, em Nova York, onde atualmente reside e conclui o seu doutoramento. Tendo também estudado em Londres, tem sido convidado para masterclasses nos EUA, China, Sérvia e Espanha. Nuno Marques é o fundador e director do Porto Pianofest. www.nunosilvamarques.com

artistas convidados

Oscar colomina

Oscar Colomina i Bosch


Director de música da Yehudi Menuhin School e Professor de Orquestração na Royal Academy of Music em Londres. Oscar é também professor e maestro convidado no Royal Conservatory of the Hague- School of Young Talent e também parte do corpo docente no Akoesticum Talent Programme na Holanda, ao lado de alguns dos principais especialistas em música de câmara da Europa. Membro da Jovem Orquestra Nacional de Espanha (actuando sob a direção de Carlo Maria Giulini e Gianandrea Noseda), completou os seus estudos na Guildhall School of Music & Drama e na Royal Academy of Music com Simon Bainbridge (composição) e Alan Hazeldine (direção). Com uma encomenda da Yehudi Menuhin International Violin Competition, a sua obra Shpigl para violino solo (2016) foi descrita pelo compositor american John Adams como "uma pequena obra-prima com uma imaginação dramática e musical". Impressionado por esta obra, John Adams programou-a na Los Angeles Philharmonic Green Umbrella Series 'Noon to Midnight' festival, convidando Oscar a estar presente na estreia americana da obra, no Walt Disney Concert Hall, Los Angeles. Como maestro, foi o principal maestro da Orquestra Jovem da Cidade de Salamanca (2011-2014), trabalhando regularmente com as orquestras da Yehudi Menuhin School e da Royal Academy of Music, e também a Orquestra de Valência (ENSEMS International Festival, 2017), Royal Conservatory of the Hague– School for Young Talent’s Atheneum Kamerorkest, Camerata XXI Chamber Orchestra no 36th Pau Casals International Festival, Orpheus Sinfonia (Londres) e no Ensemble Contemporâneo do Conservatorio Superior de Castilla y León. www.oscarcolomina.com/
pburmester

Pedro Burmester


Pedro Burmester nasceu no Porto. Foi durante dez anos aluno de Helena Costa, tendo terminado o Curso Superior de Piano do Conservatório do Porto com 20 valores em 1981. Posteriormente, deslocou-se aos Estados Unidos onde trabalhou entre 1983 e 1987 com Sequeira Costa, Leon Fleisher e Dmitry Paperno. Paralelamente, frequentou diversas masterclasses com pianistas como Karl Engel, Vladimir Ashkenazi, T. Nocolaieva e E. Leonskaja. Ainda muito novo, foi premiado em diversos concursos, destacando-se o prémio Moreira de Sá, o 2º prémio Vianna da Motta e o prémio especial do júri no Concurso Van Cliburn nos Estados Unidos. Iniciou a sua actividade concertística aos 10 anos de idade e, desde então, já realizou mais de 1000 concertos a solo, com orquestra e em diversas formações de música de câmara, em Portugal e no estrangeiro. Participou em todos os festivais de música portugueses. No estrangeiro são de realçar apresentações em La Roque d’ Anthéron, na Salle Gaveau, no Festival de Flanders, na Frick Collection e 92nd Y em Nova Iorque, na Filarmonia de Colónia, na Gewandhaus de Leipzig, na casa Beethoven em Bona e no Concertgebouw em Amesterdão. São de destacar colaborações com os maestros Manuel Ivo Cruz, Miguel Graça Moura, Álvaro Cassuto, Omri Hadari, Gabriel Chmura, Muhai Tang, Lothar Zagrosek, Michael Zilm, Frans Brüggen, Georg Solti, Leopold Hager, Baldur Brӧnnimann e Peter Rundel Dedicou-se também à música de câmara. Mantém há alguns anos um duo com o pianista Mário Laginha e actuou com os violinistas Gerardo Ribeiro e Thomas Zehetmair, com os violoncelistas Anner Bylsma e Paulo Gaio Lima e com o clarinetista António Saiote. Formou um grupo de pianos e percussões que tem actuado com grande sucesso em diversos festivais e concertos em Portugal. Actuou em França, na Alemanha, Bélgica, Holanda, no Brasil, Estados Unidos, África do Sul, Canadá e Austrália, onde realizou uma tournée com a prestigiada Australian Chamber Orchestra. Já gravou uma dezena de CDs. A sua discografia inclui três CD a solo com obras de Bach, Schumann e Schubert, um em duo com Mário Laginha e três gravações com a Orquestra Metropolitana de Lisboa. Em 1998 foi editado um CD a solo com obras de Chopin. Em 1999 gravou as dez sonatas para violino e piano de Beethoven com o violinista Gerardo Ribeiro. Em 2007, juntamente com Bernardo Sassetti e Mário Laginha editou o CD e DVD “3 Pianos”, gravado ao vivo no Centro Cultural de Belém. Em 2010 grava e edita a Sonata em Lá Maior, D959 de Franz Schubert e os Estudos Sinfónicos op. 13 de Robert Schumann. Em Dezembro de 2013 dá, pela primeira vez, um concerto na Casa da Música, recital que foi gravado ao vivo e editado em Janeiro de 2015. Nesse mesmo ano, no mesmo palco, abraça o desafio de interpretar os cinco concertos para piano e orquestra de L. W. Beethoven com a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música. No ano seguinte retoma a colaboração com o pianista Mário Laginha, com quem tem gravado um disco, “Duetos”  1994. Foi Director Artístico e de Educação na Casa da Música, projecto que ajudou a criar e a implementar. Actualmente, para além da sua actividade artística, é professor na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo (ESMAE) no Porto.
columbus

Judith Jauregui


Destacada pela crítica como uma artista luminosa, elegante e pessoal, Judith Jauregui tornou-se uma das personalidades com mais procura na cena musical espanhola. Nascida em San Sebastian, o seu talento brilhou desde a mais tenra idade, levando-a à sua estreia em recital aos 11 anos. Actuou nos principais palcos espanhóis, tais como o Auditorio Nacional em Madrid, o Barcelona Auditori e o Palau de la Musica, os Festivais de Granada, Musika-Música em Bilbao e a Quinzena Musical de San Sebastian. A sua carreira internacional levou-a aos principais palcos da Europa e Asia, incluindo o Auditório Louvre em  Paris, o Festival du Piano de La Roque d’Anthéron, a Folle Journée em Nantes, o Festival du Piano em Lille ou o Montpellier Festival em France, o Southbank Centre em Londres e o Murten Classics Festival na Suiça - onde foi artista em residência -, Suntory Hall em Tokyo - onde concluiu uma digressão por várias cidades com a Orquestra Nacional de Espanha - bem como várias digressões na China, em auditórios que incluíram o Grand Theatre of Tianjin, Guangzhou Opera House, Harbin Concert Hall, Telunsu Concert Hall em Chengdu ou o National Centre for the Performing Arts em Beijing. A temporada de 2018/2019 incluirá concertos em grandes auditórios de Espanha tais como Liceo de Cámara do Auditório Nacional em Madrid, o Auditorio Principe in Oviedo, as Sociedades Filarmónicas de Valencia, Málaga e Vigo. Terá também compromissos na Republica Checa e Suiça com a Orquestra Filarmónica Hradec Králové, o Festival Presènces Féminines de Toulon em França, e o ciclo Imperial in Concert em Viena. http://www.judithjauregui.com/
pt_PTPortuguese
en_USEnglish pt_PTPortuguese